Pages

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

NÃO SOU DE OUTRA GERAÇÃO, NEM SENIL! MAS SEI SEPARAR O JOIO DO TRIGO

       Hoje tive o desprazer de tomar conhecimento, através do blog Caçadora de Livros, de um "desabafo" de uma colunista de um site literário, e neste, encontrei alguns pontos com os quais concordo e alguns com os quais discordo.
       Recomendo àqueles que têm paciência que leiam tal desabafo, e compartilhem comigo suas opiniões, pois agora darei início à minha. O artigo pode ser encontrado neste link.


"Pipocam e repipocam Blogs literários na Internet. Parece uma epidemia sacrossanta! Todavia a maioria é escrita – e mal escrita! – por jovens nascidos entre final dos anos 80 e início dos 90." 


        Neste parágrafo já posso mostrar meu desagrado, tal qual meu agrado. Por exemplo, quando ela diz que "Pipocam e repipocam Blogs literários" não posso deixar de concordar. As pessoas realmente estão banalizando gênero textual da resenha, vejo por aí blogs (com vários seguidores e etc) que apenas escrevem sinopses e finalizam a suposta resenha com "o livro é legal. Recomendo.", pensam que apenas por gostar de ler têm capacidade de analisar uma obra e mostrar uma opinião bem fundada. Mas de maneira alguma poderia concordar com a ideia de que devido ao fato de alguém ter nascido no final dos anos 80 e início dos 90 ele não é capaz de escrever. Novamente digo, existem sim aqueles que não sabem escrever e criam blogs apenas para ganhar livros, mas sua idade não tem relação alguma com tal fato. Penso que esta mania de julgar as pessoas pela idade É uma características de pessoas mais velhas, e portanto, creio que a autora deste texto se deixou influenciar por tal mania, contradizendo-se ao afirmar ser realista.
     
        Não creio também que a literatura precisa ser apenas profunda e com uma ótima base histórica e bla bla bla, pois creio que assim como o cinema, por exemplo, há os filmes extremamente profundos e inteligentes, aos quais devemos assistir, mas há também aquelas comédias que nos distraem, de forma que não posso concordar que ler Chick-lits e essa "ficção sem pé nem cabeça" seja algo abominável. Gostaria de saber também se esta colunista também classificaria Julio Vérne como uma ficção sem pé nem cabeça. Ou ele não poderia se enquadrar nesta categoria por não ser contemporâneo? 


       O fato é que eu poderia escrever milhares de páginas expressando meu desagrado ao ver que há pessoas que têm esse pensamento de que "só porque é novo não presta", tanto que na maioria das vezes elas não se abrem à possibilidade de ler um livro atual, e fazem suas afirmações baseadas em boatos e preconceitos. 


       Resumindo, Caldeira Brant, em momento algum eu quis te ofender, muito pelo contrário, por favor, em momento algum tenha essa imagem deste post, eu só o escrevi, pois, como já disse não concordo com que TUDO que é escrito atualmente seja lixo, e creio que fazer tal afirmação seria o mesmo que dizer "todos os orientais são iguais", ou "na favela não há um que preste" e etc. E concordo e reafirmo: Blog literário não é brincadeira. O meu pode estar enquadrado na categoria desses que pipocam a cada dia, mas eu tento ao máximo fazer dele um blog sério e escrever uma verdadeira resenha, dizer realmente os pontos positivos e negativos, e não apenas escrever outra sinopse e finalizar com um "gostei" ou "não gostei", então por favor, levem a literatura a sério. E também deem atenção aos clássicos, mas saibam apreciar os atuais. Perdoem-me se cometi algum erro gramatical, mas infelizmente não posso ter a honra de dizer que possuo  64 anos de leitura, visto que nasci entre o final dos anos 80 e o início dos 90.


Update: Caldeira Brant, eu devo confessar, e agradecer pela atenção, que realmente não dei atenção às entrelinhas no sentido de ver que você se referia como clássico não apenas livros antigos, e reconheço que ler a entrelinhas não é uma característica tão presente atualmente, mas é por isso que tento ao máximo dar atenção ao que leio, como já disse, e tento melhorar minha observação para melhores resenhas, consecutivamente. Todavia, de maneira geral, meu ponto de vista permanece o mesmo, só me retratando mesmo quanto ao significado dos clássicos, mas ainda com a visão de que os livros que não são clássicos também devem ser apreciados como uma maneira de entretenimento.

5 comentários:

Nizete disse...

Uhuuuuu!!
Cada vez que entro em em blog e vejo respostas ao ataque da "Senhora" em questão, mais aprecio o trabalho de vocês.
O Nosso trabalho é Sério e somos merecedores de respeito, sim, muito respeito!
Não esticarei mais esse assunto porque já deu o que tinha que dar.
Mas, afirmo, vocês estão de parabéns!
Um abraço
Ni
ciadoleitor.blogspot.com

Caldeira Brant disse...

Obrigada por não me ofender como muitos de seus conterrâneos. Eu também não quis ofender TODOS OS JOVENS NASCIDOS entre os anos 80 e 90. Apenas ponderei que quase todos os bloguistas literários de hoje nasceram por esses anos. Sabe o que acontece, menino? NÃO É O SEU CASO, POIS VI QUE É PONDERADO. A maioria de seus colegas bloguistas e que me chamam de LOUCA, SENIL, não CONSEGUE LER E INTERPRETAR AS ENTRELINHAS (Sou de um tempo em que, por causa da ditadura militar, eramos obrigados a usar de ironias para firmarmos nossas ideias). Ri muito quando vi comentários na Rede chamando-me de maluca só porque sugeri uma sociedade a la Fahrenheit 451. Não perceberam, em momento algum, que se tratava de UMA IRONIA, pura e simplesmente. Se você tiver a paciência de ler os comentários dos mais velhos também postados lá, perceberá que todos compreenderam. Também foi proposital a citação dos Blogs (escolhi-os por acaso, posto que me parece ter maior visibilidade no Google) e não falei dos resenhistas e SIM SOBRE O QUE RESENHAM. O que é ruim, é maioria das resenhas que, como você mesmo concorda, não são resenhas e sim compilações com um final "é muito legal" ou "não gostei". E não são livros que possuiam informações que auxiliem no crescimento de vocês. É estranho, não me extenuo em repetir, o conceito que vocês jovens têm de CLÁSSICOS. São os livros velhos! Não! Claro que não! A Menina que roubava livros, sem dúvida é UM CLÁSSICO; HARRY POTTER (que, por não lerem nada do que escrevi e nem prestado atenção direito no que escrevi, seus colegas dão a entender que o abomino), acho também um clássico. Clássico é o que vem para ficar, por gerações e gerações e para conduzir o pensar. Não me importa se é o do século XIX ou do século XXI. E quando divulgam livros que nada contribuem e somente eles são divulgados, isso me aborrece... Porque muitos jovens vem aos seus blogs consultar a opinião de vocês. Sei que perdi meu tempo em escrever-lhe (como para outros quem tem opinião ponderada como a sua) porque nenhum de vocês, talvez por receio da reação violenta e destemperada de seus jovens amigos bloguistas que simplesmente recusam-se a ler nas entrelinhas o que escrevi. Mas, se lhe dei a devida atenção, foi porque notei que não está entre aqueles que apenas criticam e se recusam a ler.
Obrigada.

Caldeira Brant disse...

Corrigindo a frase: Sei que perdi meu tempo em escrever-lhe (como para outros quem tem opinião ponderada como a sua) porque nenhum de vocês, talvez por receio da reação violenta e destemperada de seus jovens amigos bloguistas que simplesmente recusam-se a ler nas entrelinhas o que escrevi, procurará realmente, entendendo as entrelinhas, afirmar que é necessário mesmo a revisão dos atuais Blogs.

Antonia disse...

"Penso que esta mania de julgar as pessoas pela idade É uma características de pessoas mais velhas, e portanto, creio que a autora deste texto se deixou influenciar por tal mania, contradizendo-se ao afirmar ser realista".
Meu, veja lá o que anda postando. Você também está julgando as pessoas pela idade. Que absurdo, cara.

N. Reek disse...

Eu nunca falei que todos os idosos têm essa mania, disse que alguns têm essa mania, e que essa autora pode ter este pensamento também ;D Nunca olharia para uma pessoa idosa e sem conhece-la diria "Ah, você julga os outros pela ideia", ou seja, não estou julgando ninguém pela idade. :D (Eu poderia excluir seu comentário como muito blogueiros fazem, mas aceito sempre opiniões positivas e negativas, portanto, obrigado por mostrar seu ponto de vista :D)

Postar um comentário

Deixem um comentário, é super rápido e me deixa muito feliz :)

E se possuir um blog ou site deixe o link dele que eu dou uma passadinha lá :D