Pages

domingo, 1 de abril de 2012

Resenha - Jogos Vorazes (livro + filme)


  Gentee! Vocês ouviram a novidade?! Eu sou colunista do blog Dicas da Gi, e hoje, teve post meu lá, não deixem  de conferir. Devido à esse post, eu acabei atrasando um pouco a resenha de Jogos Vorazes, mas, sem mais demoras, comecemos :D


                           
Características do Filme                          Características do Livro

               Diretor: Gary Ross                                     Autor: Suzanne Collins
               Duração: 2h 22min                                   Páginas: 397        
                                                Estilo: Aventura/ Ficção

Sinopse

       Num futuro distante, boa parte da população é controlada por um regime totalitário, que relembra esse domínio realizando um evento anual - e mortal - entre os 12 distritos sob sua tutela. Para salvar sua irmã caçula, a jovem Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) se oferece como voluntária para representar seu distrito na competição e acaba contando , com a companhia de Peeta Melark (Josh Hutcherson), desafiando não só o sistema dominante, mas também a força dos outros oponentes.

Resenha

       Preciso começar dizendo que amei o livro e amei o filme, ambos são maravilhosos.
       Também tenho que avisar no final do filme há algumas modificações que não existem no livro, e vou falar delas, resultando num "spoiler" para quem não assistiu ao filme, mas não se preocupem, pois vou destacá-las de laranja.
        Para quem viu o filme e leu o livro perceberá que há algumas modificações, por exemplo, no livro não mostra aquele cara da barba sendo obrigado a se matar, na verdade, a Katniss se refere à eles apenas como "Idealizadores do Jogo", de forma que as cenas com o presidente e tudo mais foram acrescentadas, mas no meu ponto de vista, estas foram as maiores cenas do filme! Simplesmente geniais, me fizeram vibrar de emoção, e ao mesmo tempo, eu também entendo perfeitamente o motivo delas não estarem no livro, que é porque a Katniss não poderia falar de um acontecimento no qual ela não esteve presente certo?
      Todo o figurino, maquiagem, cenografia do filme também foram trabalhadas de forma esplendorosa, até mesmo nos detalhes, como a pouca maquiagem usada pelo estilista da Kat, a parte do vestido dela pegando fogo fez meus olhos brilharem passando um glamour que não foi tão visível no livro. Também notei mais ação no filme, mas o que de maneira alguma implica que o livro é parado ou entendiante, pois até mesmo nas cenas em que tudo parecia estar calmo (e que foram com razão cortadas do filme) a Suzanne Collins sabe conduzir muito bem a narrativa, como quando a Kat quase morre de sede. No final deste capítulo me veio o pensamento "nossa, esse capítulo tá começando a ficar chato já", mas bem em tempo, surge uma reviravolta que me fez animadamente continuar a leitura.
Voltando ao assunto do começo do parágrafo, os termos visuais foram maravilhosos no filme, ao que parece, construindo exatamente o universo que Suzanne criou (o que aconteceu com Harry Potter).
       Ok, ok, já reparam que as comparações com Harry Potter já começaram certo? Sim, certo. Mas tenho minhas próprias comparações, por exemplo, embora a atuação Jennifer Lawrence (Katniss) foi PERFEITA e IMPECÁVEL, o Harry Potter em si é um personagem muito mais carismático, nos fazendo sentir muito mais próximo dele, mas isso não acontece em Jogos Vorazes, pois Katniss é extremamente carrancuda (mas sim, eu entendo que a vida dela não era nem um pouco fácil para ficar sorrindo loucamente rsrs), então talvez esse seja um ponto negativo presente tanto no livro quanto no filme: a falta de proximidade com os personagens, na verdade eu não me senti próximo de nenhum personagem.
       Passando para a crítica social agora. Eu acho que ela esteve bem presente tanto no filme quanto no livro, porém no livro ela foi mais forte, o que já era de se esperar de Hollywood, principalmente quando o público é mais adolescente. O livro deu muito mais detalhes, obviamente, de como era a vida de Katniss, e passa algumas informações também de como era a vida no distrito 11, talvez senti falta dessas informações no filme, pois não acho que o prejudicaria de qualquer maneira.
        Agora que toquei no Distrito 11 não poderia não falar de Rue certo? Quando disse que não me senti próximo de nenhum personagem me referia ao elenco principal, pois Rue é umas das mais FOFAS e LINDAS que eu já vi na vida! Quando a vi pela primeira vez no filme quase chorei porque sabia que ela ia morrer, e quanto aconteceu, ai sim eu me desabei em lágrimas, nossa como foi triste! E comparando, no livro eu não senti o mesmo amor que senti pela Rue do filme, nesse ponto, achei que o filme foi extremamente melhor que o livro, pois ele passou toda a doçura, meiguisse e lindisse de Rue (tá vendo como ela é fofa? Até já comecei a inventar palavras rsrs).
         Também achei que o filme pode (frisando a palavra PODE) transmitir mais a arrogância dos garotos dos distritos 1,2 e 4; embora no livro haja mais informações sobre eles e seus distritos.
       De resto o filme é exatamente igual ao livro, apenas com algumas cenas que nem foram tão importante, minha classificação vai à frente, e espero que vocês gostem dessa resenha dupla e se gostaram comentem e siga o blog que eu fico muito feliz, mas muito feliz mesmo. Milhões de beijos à todos e que sonhem com pandas comendo algodão doce enquanto massageiam sua barriga e fazendo cafuné com um lindo arco iris ao fundo. (diabetes de fofura). Até o próximo post :D

Classificação do livro

Capa:  de 5 - essas três estrelas são por causa do alto relevo.
Diagramação:  de 3 - simples
Enredo:  de 5 - perfeito *-*
Desfecho:  de 5 - só não é 5 porque o do filme é melhor :D

5 comentários:

laramori disse...

AAAAAAAH, eu amei Jogos Vorazes. Realmente, eu chorei mais no filme que no livro. Não gostei muito do final, não transmitiu direito a mensagem, acho eu. Ótima resenha, como sempre =)

N. Reek disse...

Ain, que bom que você gostou da resenha :D O que eu gostei no final do filme foi das partes por trás do jogos, onde mostra os Realizadores dos Jogos, mas também achei que a mensagem foi melhor transmitida no filme, mas entendamos que Hollywood tem essa mania de futilizar os livros :/

lucas. disse...

Gostei da resenha. Muito bem feita. :)

Thales disse...

Olá!
Muito boa a resenha, Parabéns!
Por enquanto eu só consegui olhar o filme (achei bem legal), mas to muitooo ansioso agora pra ler os três livros da saga \0/
Abraços

Anônimo disse...

Oi,
Acabei agora a pouco de ler o último livro da trilogia e uma angústia tremenda ainda está parada na minha garganta. Nossa, Jogos Vorazes é incrível, em todos os sentidos. Tem a medida certa de ação e romance e ainda acarreta um baita tapa na cara da sociedade. Todos os livros tem a capacidade de invadir a sua mente de modo quase imperceptível, mas quando você se dá conta, já não consegue mais esquecer as linhas que leu com tanta ansiedade. O terceiro livro é digamos o mais "corrosivo" de todos, no sentido de que tem a capacidade inegável de te consumir a cada palavra. Tenho que admitir que chorei em diversos momentos dos livros, o que é quase impossível não acontecer se você logo de cara simpatizou com a história. No final do terceiro livro, antes do epílogo, foi quando mais chorei, por que nos últimos parágrafos você realmente consegue entender quase tudo que se passa na cabeça da Katniss (por que completamente é quase impossível) e ao mesmo tempo sente aquela melancolia pelo fato de a trilogia ter chego ao fim. Mas uma coisa nunca chegará ao fim: a mensagem significativa que Jogos Vorazes sempre deixará na cabeça de todos que leram e conseguiram entender verdadeiramente. Sua resenha está incrível, eu ainda não vi o filme, mas quando sair na locadora vou correndo ver na tela tudo que consegui sentir ao ler Jogos Vorazes.

Parabéns, beijos.

Postar um comentário

Deixem um comentário, é super rápido e me deixa muito feliz :)

E se possuir um blog ou site deixe o link dele que eu dou uma passadinha lá :D